En attendant le meilleur
À espera pelo melhor
Theme por Kamila Emy. Base por Ilovehtml com detalhes de Keepcal-m. Disponível em Gifs TM
Theme Credit.
15/02/2013 || (Reblog this)
Dizem que o amor é só um mero resultado de diversas reações químicas que acontecem no nosso sistema nervoso. E para dizer a verdade, eu não discordo. E tem mais, quero declarar que eu quero sim, deixar a dopamina fazer a sua função e me deixar com um sorriso bobo no rosto, com aquela sensação gostosa de felicidade. Deixo aqui claro que quero em meu cérebro a oxitocina, as endorfinas agindo compulsivamente, sem impedimento. E que em momento corretos, eu deixo a noradrenalina entrar em cena. E ainda tem a serotonina né, que temos que ter cuidado, porque ela pode nos deixar extremamente românticos e nos levar a loucura. E querido, se a adrenalina me causar palpitações, me deixar trêmula, e dilatar as minhas veias faciais a ponto de me deixar ruborizada, se atente, pois provavelmente as outras reações estão acontecendo. E se o meu corpo se acostumar a todas as substâncias, e pensarmos que o amor se “esfriou”, a gente aplica um pouco mais de ocitocina e vasopressina, porque afinal, o amor é química!
Tags:  aesperapelomelhor
12/09/2012 || (Reblog this)
Antes de cuidar da noiva, cuidou do casamento. Naquele dia e nos outros, compôs de cabeça as pompas matrimoniais, os coches.
[…]
Mas, enfim, iria de coupé; imaginava-o forrado magnificamente, de quê? De uma fazenda que não fosse comum , que ele mesmo não distinguiria, por ora; mas que daria ao veículo o ar que não tinha. Parelha rara. Cocheiro fardado de ouro. Oh! mas um ouro nunca visto. Convidados de primeira ordem, generais, diplomatas, senadores, um ou dois ministros, muitas sumidades do comércio; e as damas, as grandes damas? Rubião nomeava-as de cabeça; via-as entrar, ele no alto da escada de um palácio, com o olhar perdido por aquele tapete abaixo, - elas atravessando o saguão, subindo os degraus com os seus sapatinhos de cetim, breves e leves, - a princípio, poucas, - depois mais, e ainda mais. Carruagens após carruagens… Lá vinham os condes de Tal, um varão guapo e uma singular dama… “Caro amigo, aqui estamos”, e dir-lhe-ia o conde, no alto; e, mais tarde, a condessa: “Sr. Rubião, a festa é esplêndida…”
De repente, o internúncio… Sim, esquecera-se que o internúncio devia casá-los; lá estaria ele, com as suas meias roxas de monsenhor, e os grandes olhos napolitanos, em conversação com o ministro da Rússia. Os lustres de cristal e ouro alumiando os mais belos colos da cidade, casacas direitas, outras curvas ouvindo os leques que se abriam e fechavam, dragonas e diademas, a orquestra dando sinal para uma valsa. Então os braços negros, em ângulo, iam buscar os braços nus, enluvados até o cotovelo, e os pares saíam girando pela sala, cinco, sete, dez, doze, vinte pares. Ceia esplêndida. Cristais da Boêmia, louça da Hungria, vasos de Sèvres, criadagem lesta e fardada, com as iniciais do Rubião na gola.
— Capítulo LXXXI de Quincas Borba, Machado de Assis
Tags:  aesperapelomelhor
7/09/2012 |1|| (Reblog this)
Enquanto uma chora, outra ri; é a lei do mundo, meu rico senhor; é a perfeição universal. Tudo chorando seria monótono, tudo rindo cansativo; mas uma boa distribuição de lágrimas e polcas, soluços e sarabandas, acaba por trazer à alma do mundo a variedade necessária, e faz-se o equilíbrio da vida.
— Quincas Borba - Machado de Assis
Tags:  aesperapelomelhor
9/03/2012 || (Reblog this)

Tags:  aesperapelomelhor
22/02/2012 |1|| (Reblog this)

Sonhos não são feitos para serem abortados

Tags:  aesperapelomelhor
18/02/2012 || (Reblog this)

Eu sou a favor de um sorriso sem motivos…. Deus me deu todos eles…

A Espera Pelo Melhor

Tags:  aesperapelomelhor
1/02/2012 |7|| (Reblog this)

Sabe, eu tenho uma amiga. Uma grande amiga. Com ela, eu aprendi muita coisa, muita mesmo.

Eu a conheci há uns cinco anos atrás. Me lembro até hoje da primeira vez que eu almocei na casa dela… Teve lasanha e sorvete. E a primeira vez que eu dormi na casa dela? Morri de frio porque eu me esqueci de pedir uma colcha e a gente dormiu no ar condicionado… Que sufoco! Hoje, sabe o que eu como lá? Arroz, feijão e ovo… E durmo com ela no chão literalmente porque ela fica me empurrando do colchão… E se eu ligo? Que nada! Eu amo. Porque sei que com amigos verdadeiros é assim mesmo…

A gente já passou por tanta coisa juntas… Acampar? Várias vezes, desde o quintal da minha casa, até um lugar deserto com o Davi de cuco… Criar nomes super estranhos para identificar alguém? Inúmeras vezes… Servir de ombro amigo? Sempre, e ela pra mim também… Rir? Ela é mestre em fazer a gente rir….

Meus pais se tornaram pais dela também, e os dela se tornaram meus. E ela, sabe o que ela se tornou pra mim? Uma irmã! Sempre esteve comigo, morria de saudade dela quando uma de nós viajava… E quando eu ia ao Rio, sempre tinha que trazer um pacote de bala juquinha pra ela…

Era assim: Uma estava em um lugar, alguém perguntava da outra… Sempre… As pessoas nos identificavam como Moia e Bárbara.

Há cinco anos, ela apareceu na minha vida… Um alguém que Deus colocou na minha frente, e eu estava lá, de braços abertos querendo um abraço dela. E agora Maria Luiza, eu vou continuar aqui… Esperando o seu abraço… Porque eu sei que não haverá um último… Nem um adeus, mas sim um até logo…

Eu te amo muito amiga… E mesmo que a distância nos impeça de se ver… Talvez de nos falarmos às vezes… Eu sei, que sempre poderei contar contigo…! Sempre! E pode ter certeza, que eu também estarei com você, seja ao seu lado, ou no seu coração…

Itabira se prepare, porque ela está chegando, e não é qualquer uma… É a minha amiga!

Beijos, do seu raio de sol… Bárbara!

De A Espera Pelo Melhor, para Escolhas&Renúncias

Tags:  aesperapelomelhor
26/01/2012 || (Reblog this)

Você é uma princesa, então comece a se portar como uma…! Príncipes querem princesas e não uma qualquer …

Tags:  aesperapelomelhor